A arquitetura WAP é dividida em 5 camadas, é importante notar que aplicações externas podem acessar diretamente a cada uma das camadas através de interfaces bem definidas.



Segue-se a descrição de cada camada:

Camada de Aplicação (Wireless Application Enviroment - WAE): o objetivo desta camada é estabelecer um ambiente integrado, que permite a operadores e prestadores de serviço construir aplicações e serviços que atinjam uma gama de diferentes plataformas wireless de maneira eficiente e útil. E nesta camada que se encontra o WML (Wireless Markup Language) e o WMLScript, analogamente o HTML e o Java Scritpt do WAP.

Camada de Sessão (Wireless Session Protocol - WSP): provê dois serviços de sessão. Primeiro um serviço orientado a conexão que opera sobre a camada dee transação. Segundo é um serviço de conectionless que opera sobre um seguro ou não seguro serviço de datagrama. Esta camada é otimizada para condutores de baixa largura de banda e altos níveis de latência.

Camada de Transação (Wireless Transaction Protocol - WTP): executa no topo de um serviço de datagrama e provê como um leve protocolo orientado a transação que é utilizado na implementação em "pequenos" clientes (estações móveis, eg. Celulares, palms, etc ). As três classe de serviços de transação são: requisições unilaterais não-confiáveis, requisições unilaterais confiáveis e transações request-reply.

Camada de Segurança (Wireless Transport Layer Security - WTLS): é uma camada que segue o padrão industrial do TLS (Transport Layer Security). O WTLS fornece as seguintes garantias: integridade de dados, privacidade, autentificação e proteção a mensagens de Denial-of-service.

Camada de Transmissão (Wireless Datagram Protocol - WDP): camada que garante um interface comum as camadas superiores, permitindo a estas que funcionem independente da rede wireless sobre a qual estão funcionando.

Tranportadores (Bearers): os protocolos WAP são desenhados para operar sobre uma variedade de diferentes serviços de transporte de dados. Os transportadores geralmente diferem em níveis de qualidade em respeito a vazão, taxa de erro e atrasos. Os protocolos WAP são desenhados para compensar ou tolerar esses variáveis níveis de serviços.

Desenvolvido por: Giovani Spagnolo | Fernando Moschetti | Rafael Scopel. Turma 128.